Congresso Mundial FIVB
 
Congresso Mundial FIVB vota para fortalecer o seu Código de Conduta
Porto, Portugal, 13 Maio 2004 – O Congresso Mundial da FIVB no Porto, na quinta-feira, votou no sentido de fortalecer o seu Código de Conduta e para solicitar às suas Federações Nacionais para integrar a Constituição e o Código de Conduta da FIVB nas suas próprias Constituições, e também para pedir a todos os clubes, oficiais e atletas federados a adesão ao código.

Ficou acordado que as Regras e Regulamentos da FIVB deverão prevalecer em todos os casos e que, em matérias relacionadas com o Voleibol deverão ser aceites pelos tribunais nacionais.

O Congresso da FIVB aprovou mais de 20 alterações detalhadas à sua Constituição e Código de Conduta incluindo:

- Quando o Comité Executivo e/ou Administração não estiverem em reunião, o Presidente pode tomar todas as acções e/ou decisões incluindo acções disciplinares; estas decisões devem ser informadas ao Conselho no período seguinte de um mês e ratificadas na reunião seguinte
- Confederações e Federações Nacionais não podem opor o seu carácter legal à Constituição da FIVB, Código de Conduta e decisões
- Os membros da FIVB podem expressar totalmente a sua opinião sobre qualquer decisão das instituições da FIVB, mas devem abster-se de fazer declarações que possam causar dano ao Voleibol perante as organizações não ligadas ao Voleibol ou através dos media.
- No Código de Conduta uma “ofensa instuticional” é definida como “uma violação da imagem do Voleibol e a FIVB e/ou a entidade corporativa da FIVB, constituindo uma séria ofensa que pode ser motivo de suspensão ou expulsão.”