45
Quanto ao próximo passo do Brasil, agora é hora de avaliar,
reagrupar e seguir em frente. O país permanece no topo do
ranking da FIVB, mas a Rússia está se aproximando. Em 2016,
é claro, o Brasil jogará em casa, no Rio de Janeiro. Não poderia
haver incentivo maior para transformar a sequência de pratas
em ouro.
A medalhista de
ouro Jaqueline foi
torcer para o marido
Murilo Endres na final
masculina
Meio de rede Lucas Saatkamp ataca contra a Itália