Nas quartas de final, o destaque ficou para a vitória da Itália sobre
os EUA. Os italianos triunfaram por três sets a zero, marcando nove
aces. “Até que enfim a equipe engrenou”, comentou Savani, que
somou 19 pontos no jogo. Também aconteceram vitórias de 3 a 0 a
favor da Rússia, que desbancou a Polônia, recente vencedora da Liga
Mundial da FIVB 2012; da Bulgária, que eliminou a Alemanha; e na
quarta de final sul-americana, em que o Brasil superou os vizinhos
da Argentina.
Dois dias depois, o Brasil teve grande atuação na semifinal,
dominando a Itália na rede (dez a três nos bloqueios) e vencendo por
25-21, 25-12
e 25-21. No outro jogo, a Rússia despachou a Bulgária
por 3 a 1 (25-21, 25-15, 23-25, 25-23), e Mikhaylov, com 25 pontos,
venceu a batalha particular com o oposto búlgaro Tsvetan Sokolov,
segundo maior pontuador do torneio. No entanto, na grande final
quem decidiu mesmo foi o espetacular Muserskiy.
Os resultados completos estão na página 62
O capitão da Tunísia, Noureddine Hfaiedh, na recepção; com 38 anos e 11
meses, ele foi o quarto atleta mais velho no torneio
Com 129 pontos no torneio, o búlgaro Tsvetan Sokolov só ficou atrás do russo
Maxim Mikhaylov
Os EUA se unem em um momento crucial
35