FIVB VolleyWorld 10/2013 - Portuguese - page 7

O oposto Rafael Araújo liderou a pontuação brasileira, com 23 pontos,
auxiliado pelo capitão Lucarelli, com 12, e o meio de rede Otávio
Henrique Pinto, com 11. O capitão sérvio, Aleksandar Atanasijevic,
liderou a equipe de forma brilhante, marcando 25 pontos, mas não
foi o suficiente para frear o ímpeto da seleção anfitriã.
“Foi um jogo muito difícil, como imaginávamos, mas estávamos
preparados tecnicamente e taticamente, e trabalhamos duro. Por
isso, foi uma grande vitória”, destacou o técnico brasileiro Roberley
Leonaldo. “A reconstrução da seleção brasileira é contínua, mas
nem sempre é óbvia e sempre envolve trabalhar com jovens ao lado
da equipe principal, treinando juntos e jogando competições que a
equipe principal não iria jogar. Essa competição [sub-23] mostrou
esse trabalho.”
A Rússia conseguiu conter a Bulgária na disputa do bronze com uma
vitória por 3 a 1, e o treinador Sergei Shliapnikov agora planeja o
aproveitamento dos seus pupilos na seleção principal, a fim de
manter a notável sequência de sucesso da seleção russa.
“Esta medalha de bronze é boa para a equipe”, avaliou. “Tivemos
alguns problemas no plantel, com três jogadores ficando na Rússia.
Alguns de nossos jogadores até podem chegar ao time principal
depois de jogar aqui.”
Mar amarelo na Arena Sabiazinho, em Uberlândia, na final que deu o
ouro ao Brasil
O Quênia foi um dos países que se beneficiou com o formato de 20
seleções
CLASSIFICAÇÃO FINAL
MASCULINO SUB-23:
Uberlândia, Brasil, 6 a 13 de outubro
1
Brasil
2
Sérvia
3
Rússia
4
Bulgária
5
Irã
6
Venezuela
7
Argentina
8
Tunísia
9
Egito
10
Austrália
11
México
12
República Dominicana
FEMININO SUB-23:
Tijuana, Mexicali, México, 5 a 12 de outubro
1
China
2
República Dominicana
3
Japão
4
EUA
5
Turquia
6
Itália
7
Brasil
8
Alemanha
9
Cuba
10
Argentina
11
México
12
Quênia
7
I,II,1,2,3,4,5,6 8,9,10,11,12,13,14,15,16,17,...28
Powered by FlippingBook