F I V B  FEDERATION INTERNATIONALE DE VOLLEYBALL
PRESS RELEASE 30.05.2003

Back

É OBRIGATÓRIO VENCER A SELECÇÃO DA ALEMANHA

João Malveiro, de 23 anos, integra o lote dos 12 jogadores portugueses escolhidos para representar na Liga Mundial 2003 as cores nacionais da Selecção, ao serviço da qual regista 4 internacionalizações. O jovem jogador da Associação Académica de Coimbra faz uma análise aos jogos de estreia disputados em Itália e aos próximos compromissos da Selecção Portuguesa na 14.ª edição da Liga Mundial. "Frente à Itália, acho que o que se passou foi que não conseguimos mostrar o nosso potencial. Parecíamos inibidos a jogar, cometemos muitos erros e o resultado foi um bocado o reflexo do que aconteceu. Estamos conscientes de que podemos jogar muito melhor; mas para isso temos de estar mais concentrados, mais predispostos a jogar", reconhece. No segundo set do segundo jogo com os italianos, Portugal já conseguiu dar uma imagem mais condizente com o seu valor, tendo estado perto de vencer o parcial (25-27): "Não sei concretamente o que se passou. Se calhar, foi esse o momento em que a equipa sentiu que tínhamos mesmo de lutar, após termos perdido o primeiro set daquela maneira. Os jogadores espicaçaram-se um bocado e sentiram necessidade de mostrar alguma coisa. Infelizmente, isso durou pouco, terminou logo nesse set. O terceiro voltou a ser mau, pois voltámos a não conseguir jogar aquilo que sabemos". Em relação à Alemanha, o jogador da Associação Académica de Coimbra, define um só objectivo: "Apesar de considerar que a Alemanha não é uma equipa fraca, são jogos que nós temos de vencer obrigatoriamente. Quando fomos para Itália tínhamos consciência das dificuldades, mas íamos com uma ideia: se vencêssemos o primeiro set, jogaríamos para vencer o segundo e, se fossemos capazes de o fazer, lutaríamos para triunfar na partida. Contra a Alemanha não podemos pensar desta forma. Temos de vencer, não podemos colocar outra hipótese. Sabemos que podemos triunfar nos dois jogos mas temos de mostrar vontade de superar o nosso adversário". No Brasil, a selecção germânica somou duas derrotas (0-3 e 1-3), mas conseguiu vencer um set (25-23) aos campeões do Mundo. João Malveiro desdramatiza o que se passou: "O único set que teve um desfecho equilibrado foi aquele que os alemães venceram; os outros foram bastante desnivelados (26-16, 25-13 e 25-14). Nós também fizemos um set equilibrado com a Itália, que é um potência no Voleibol. Não vi os jogos, mas é possível que o Brasil tenha relaxado um bocado e que os alemães tenham aproveitado. Se fizermos uma boa preparação nesta semana e jogarmos concentrados penso que temos todas as hipóteses de vencer os alemães".


Back